Descubra agora mesmo como fazer uma autoavaliação de desempenho

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

A autoavaliação de desempenho é o ato de olhar para si e fazer uma análise de todas as suas habilidades. Isso pode — e deve— ser feito tanto na sua vida profissional quanto pessoal. Para isso, é importante ter um olhar crítico e aberto a melhorias, sendo esse o principal objetivo desse processo de autoconhecimento.

Esse exercício é essencial para conseguir melhores resultados no seu cargo e melhorar o seu desempenho. Esses também são fatores fundamentais para trabalhar o desenvolvimento da sua inteligência emocional, que é a capacidade de você lidar com os próprios sentimentos e utilizá-los ao seu favor.

No dia a dia em uma empresa, os gestores estão sempre em busca de melhores estratégias e de mais eficiência nos processos. Porém, às vezes é importante que os colaboradores também olhem para si, pois isso reflete na organização. Então, se precisar alavancar a sua carreira e conquistar mais clientes, veja como fazer a autoavaliação de desempenho. Continue lendo e confira!

Faça uma reflexão

Para começar, você precisa fazer uma reflexão sobre o seu desempenho profissional. Pense em como você estava no início da carreira e da sua trajetória na empresa que está atualmente, e anote quais foram os seus avanços e o que precisa ser melhorado.

Este momento de analisar os resultados alcançados e aqueles que ainda precisam ser conquistados o ajudará a listar os seus pontos fortes e fracos. Essa não é uma tarefa simples, principalmente porque exige algo muito difícil nos seres humanos: a autocrítica.

Então, faça uma reflexão sobre os seus bloqueios, dificuldades e situações que o deixam desconfortável, e pense em quais são suas melhores características. A partir disso, já terá uma boa noção por onde começar o seu processo de mudança.

Seja sincero

Como dito, a autocrítica é uma dificuldade para muitos de nós, afinal não é fácil pontuar o que temos de negativo ou de bloqueio. A autoavaliação de desempenho é um trabalho particular e que refletirá na sua carreira e na sua vida pessoal. Por isso, você precisa ser sincero em todos os momentos desse exercício.

Mentir e omitir coisas para você mesmo somente bloqueará o seu crescimento e o enganará sobre os seus resultados. O objetivo da autoavaliação é justamente mostrar a você um panorama da sua vida. Vale ressaltar que essa reflexão sincera é um trabalho diário e que nem sempre acontecerá do dia para a noite. Então, não se preocupe com o tempo que levar, mas sim com a qualidade do seu processo de autoconhecimento.

Elabore perguntas difíceis

Um dos intuitos da autoavaliação de desempenho é justamente tirá-lo da sua zona de conforto, de modo que possa crescer. Então, você precisa fazer questionamentos difíceis, e não aqueles simples e óbvios. Por exemplo:

  • você se responsabiliza pelos próprios atos, ou fica na posição de vítima?
  • o que precisa deixar de fazer nos próximos meses?
  • o que preciso fazer de melhor?
  • quais são e como melhorar meus pontos fracos?
  • qual tem sido a minha real contribuição para a empresa?
  • quais iniciativas preciso trabalhar para sair do papel de coadjuvante da minha carreira?

Mantenha um diálogo aberto

Em algumas empresas, é comum que o setor de recursos humanos trabalhe a autoavaliação de desempenho nos colaboradores como uma forma de aplicar o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI). Quando esse exercício é de iniciativa da sua organização, é importante manter um diálogo fluido e aberto.

Afinal, será a partir desses resultados que os gestores poderão trabalhar em treinamentos e qualificações para melhoria de todo o time. Por meio desse trabalho, podem ser identificados fatores que agregaram valor à empresa, além de processos individuais de cada colaborador que precisam ser melhorados, como:

  • foco em alguma atividade;
  • processos que precisam de mais dedicação;
  • como ajudar outros em suas tarefas;
  • prioridades da empresa no momento.

Identifique os seus sentimentos

Os maiores bloqueadores do nosso crescimento somos nós mesmos, por meio de nossos sentimentos. Lidar com emoções, principalmente a raiva, tristeza e desmotivação é um trabalho diário e nem sempre fácil. Na sua autoavaliação de desempenho, busque identificar os momentos e situações que desencadeiam esses sentimentos.

Identificar esses cenários que conseguem interferir no seu estado emocional e que servem como gatilho é fundamental para trabalhar o seu autocontrole e a sua inteligência emocional. No entanto, tome cuidado com o excesso de autocobrança, pois isso leva à frustração. Lembre-se de que você é um ser humano, ou seja, sente e tem emoções. Então, trabalhe para controlá-las, mas não pense que irá extingui-las.

Analise fatos

Evite supor, deduzir cenários e imaginar qualidades e defeitos. Para uma autoavaliação de desempenho eficiente, busque trabalhar baseado na realidade, ou seja: em fatos. Para isso, todos os pontos positivos, negativos, situações e melhorias que você listar precisam ser seguidos de uma justificativa. Não se esqueça de fazer isso também com as suas conquistas, pois precisamos de estímulos e de autoconhecimento para termos motivação.

Exponha as expectativas

As expectativas são as suas ambições. Serão elas que lhe nortearão e moverão para que atinja os seus objetivos profissionais. Sabe aquela pergunta clichê: “como pretende estar daqui a cinco anos”? Apesar de parecer batida, ela é essencial para expor as suas expectativas. Então, pense “o que” e “como” deseja alcançar, quais são os valores que precisa considerar e o que é prioridade.

Sabia que um software de gestão é uma ferramenta valiosa para o seu processo de autoavaliação de desempenho? Um bom sistema ERP tem funcionalidades que preparam relatórios, gráficos e levantamentos de todos os resultados de um departamento e da empresa como um todo. Assim, você pode utilizar o desempenho dos processos em que está envolvido para avaliar o seu trabalho.

A autoavaliação de desempenho não deve ser vista como mais uma atividade do setor de RH. Essa é uma ferramenta importante que pode melhorar os resultados de uma empresa, dos profissionais e de suas vidas pessoais. Por meio da autorreflexão, serão identificados pontos de melhoria e aqueles que já geram bons frutos. Então, busque olhar para si e aprimorar as suas habilidades e capacidades.

O que acha de ter um software de gestão para melhorar processos, reduzir custos, automatizar tarefas e ainda auxiliar na autoavaliação de desempenho? Entre em contato conosco e conheça as nossas soluções!

Guia definitivo para venda de móveis- Clique para baixar grátis

Newsletter

Receba as nossas mais recentes postagens de blog no seu e-mail.

Últimos posts