Conheça as principais tendências de decoração que surgiram com a pandemia

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

A pandemia da Covid-19 impactou as tendências de decoração de forma direta, assim como em incontáveis segmentos dentro do mercado de trabalho. Também serviu de ponte para se pensar em novas propensões para diversos ramos, como a arquitetura e o varejo, por exemplo.

Com os efeitos do isolamento social e do lockdown, as pessoas buscaram passar mais tempo dentro de suas casas. Isso fez com que elas olhassem cada dia mais para o interior de seus lares, prospectando mudanças.

Se as tendências de decoração e arquitetura mudaram, consequentemente, os processos de produção das fábricas também precisaram se reformular para atender aos desejos dos consumidores.

Confira abaixo quais foram essas principais mudanças do mercado para os ramos de arquitetura, design dos ambientes e movelaria, durante e após a pandemia.

Por que a pandemia gerou novas tendências de decoração?

Antes de entrarmos na questão do que mudou, é necessário entender o fator que levou a isso. Normalmente, a rotina de uma pessoa que trabalha ou estuda faz com que ela passe a menor parte de seus dias dentro de casa.

Com a realidade pandêmica, isso se inverteu. Assim, os detalhes dos cômodos, móveis, paredes, entre outros, que antes passavam despercebidos devido à rotina, começaram a chamar a atenção.

Este foi e está sendo o principal ponto que tem motivado os consumidores a buscar uma reorganização dos espaços do seu lar. Porém, como a pandemia também afetou a economia, as soluções procuradas em móveis e decoração precisam ser adaptadas para a nova realidade.

Quais as novas tendências de decoração?

Seja dentro ou fora de casa, opções não faltam para todos os gostos. Elas variam desde os cômodos, com espaços abertos e escritórios em casa, até a criação de ambientes ao ar livre.

Então, chegou a hora de conhecê-las. Confira as novas tendências de decoração e quais os móveis e demais itens que estão em alta para oferecer as opções certas aos seus clientes.

Cômodos abertos são fortes tendências de decoração

A escolha por cômodos abertos já vinha sendo bastante procurada mesmo antes da pandemia e, agora, surge como uma forte tendência para tornar os espaços da casa multiusos.

Ambientes integrados, além de serem mais práticos, também geram uma sensação de proximidade, principalmente entre as pessoas que moram juntas.

Portanto, derrubar as paredes (literalmente) e investir em móveis que unam, por exemplo, a sala de estar com a de jantar, a cozinha com a sala de estar, entre outros, tem entrado cada vez mais no gosto dos consumidores.

Ambientes ao ar livre

Respirar um ar puro é fundamental para a saúde. Como as recomendações dos órgãos de saúde do mundo aconselham a ficar em casa para evitar a transmissão e o contágio do vírus, as pessoas podem fazer isso e ainda tomar sol sem sair de seus lares.

Se o lugar onde moram tiver um jardim ou quintal, ou for um apartamento com sacada, investir na criação de um ambiente ao ar livre é uma ótima opção. É possível colocar mesas, cadeiras, plantar uma horta e até mesmo construir uma piscina.

Dessa forma, é criado um local que proporciona muito prazer, tudo dentro do conforto e da segurança do próprio lar.

Assim, é essencial que o lojista ofereça opções de móveis que se encaixem neste conceito ao ar livre. Uma ótima dica são os itens feitos com madeira resistente a variações do clima.

Móveis de escritório

Durante o isolamento social, o home office se tornou uma realidade. Com isso, veio a necessidade de criar um ambiente próprio para o trabalho dentro de casa, o que ocasionou em um aumento na procura por móveis de escritório.

Mesas que atendam às necessidades do trabalho e cadeiras confortáveis são dois ótimos exemplos que têm chamado ainda mais a atenção dos consumidores.

O home office é uma tendência mesmo após a pandemia. Ou seja, é provável que mesmo depois que tudo isso passar, esta opção continue sendo preferida por muitas pessoas.

Sendo assim, você precisa estar atento ao mercado e sua loja preparada para atender este tipo de demanda, com móveis funcionais, feitos com designs estilosos e qualidade nos materiais.

Casas inteligentes

A tecnologia não é mais o futuro e sim a realidade do período em que vivemos. Com isso, o uso dela em casas não só está em alta, como vai só crescer durante os próximos anos.

Muitas pessoas já estão usando o recurso das chamadas assistentes virtuais, como é o caso da Alexa, da Amazon, através do dispositivo Echo Dot. Contudo, além dos eletrônicos e eletroeletrônicos, a busca por móveis com tecnologia também tem crescido bastante.

Sendo assim, para um proprietário ou gestor de loja, investir em modelos tecnológicos é uma ótima prática para fidelizar e atrair cada vez mais clientes.

Uso de metal

Mais uma forte tendência do mercado atual, as peças de metal podem ser utilizadas tanto em móveis, quanto como decoração à parte. São bastante úteis como suporte para luminárias, nichos, balcões, prateleiras, entre outros.

Esse estilo industrial também é uma grande aposta do setor de arquitetura para 2021. Isso porque traz um toque contemporâneo e urbano para os ambientes das casas.

Conheça outras fortes tendências de decoração

Além de reorganizar os ambientes e adquirir móveis novos, a decoração também aparece como forte tendência para repaginar os espaços da casa. Por isso, confira algumas das principais:

  • Ambientes confortáveis: mais do que nunca, as pessoas estão procurando por conforto e aconchego. Assim, criar ambientes confortáveis e que facilitem estes dois pontos tem se consolidado como uma forte tendência. Oferecer móveis funcionais é uma ótima dica.
  • Plantas: além de umidificadoras naturais do ar, as plantas causam sensação de conexão com a natureza. Junto às flores, as folhagens estão em alta no design de interiores. Elas podem ser colocadas em qualquer ambiente. Ou seja, se você tem uma loja de artigos de decoração, investir nesse mercado pode ser vantajoso.
  • Cores: outro tópico a ser bastante explorado é o uso das cores. Com a chegada do outono, a aposta é em tons neutros, que deixam o ambiente mais clean. A Pantone, principal empresa de cores no mundo, lançou seu portfólio de tendências para 2021, onde aposta em duas principais tonalidades: o Ultimate Gray (cinza) e o Illuminating Yellow (amarelo).
  • Iluminação: uma aposta forte também é a iluminação, especialmente a luz natural. Espaços otimizados, com grandes janelas, estão bastante em alta. Além disso, o uso de luminárias e, principalmente, pendentes, têm atraído bastante o gosto dos consumidores. Devido ao clima causado pelo próprio outono, a escolha de lâmpadas com uma luz mais amarela também está em alta.

E então, gostou de conhecer mais sobre o impacto da pandemia nas tendências de decoração e arquitetura? Para ler mais sobre assuntos como este, assine agora a nossa newsletter.

Guia prático: as melhores soluções digitais para superar a crise do coronavírus

Newsletter

Receba as nossas mais recentes postagens de blog no seu e-mail.

Últimos posts