5 dicas de elisão fiscal para pagar menos impostos de forma legal

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Você sabe como pagar menos impostos de forma legal? A elisão fiscal reúne uma série de práticas adotadas pelas organizações com o objetivo de pagar menos tributos, seguindo as normas vigentes. Desse modo, você ficará tranquilo, pois estará pagando menos impostos e atendendo à legislação. Isso poupará diversos problemas no futuro.

Para ajudar você nessa tarefa, explicamos detalhadamente neste conteúdo o que é elisão fiscal e as diferenças para a evasão fiscal. Além disso, trazemos dicas de elisão que as empresas podem adotar e destacamos como um bom sistema de gestão pode ajudar nesse sentido. Boa leitura!

O que é elisão fiscal?

A elisão fiscal faz referência a uma estratégia contábil que visa à redução dos custos da carga tributária por meio de um bom planejamento tributário. Desse modo, essa prática possibilita que uma empresa faça a otimização do processo de escolha, por meio de um regime tributário ideal para ela. Pode ser o Simples Nacional, Lucro Real ou mesmo o Lucro Presumido.

Por meio da elisão fiscal, as pessoas podem adequar-se ao formato mais benéfico para a companhia. Assim, evita-se gastos extras com o fisco, e as empresas tendem a otimizar o setor financeiro.

Quais são as diferenças para a evasão fiscal?

Outro tema recorrente no Direito Tributário é a evasão fiscal — também conhecida por sonegação. Isso porque essa prática faz o uso de falsas informações ou da omissões de dados para evitar que o pagamento de tributos seja feito.

Diferentemente de elisão fiscal, a evasão é uma prática ilegal e sujeita a penalidades, como multas. Além disso, a evasão é realizada após o pagamento do tributo, e a elisão acontece antes por meio de um bom planejamento tributário.

Como pagar menos impostos de forma legal?

Existem diversas práticas que o ajudarão a pagar menos impostos de maneira legal. Entre elas, estão: repensar a escolha do regime tributário, reduzir o pró-labore, fazer os pagamentos em dia, evitar o fato gerador e analisar os incentivos fiscais. 

1. Repense a escolha do regime tributário

Primeiramente, é muito importante atentar-se à escolha do regime tributário, pois essa prática faz parte de uma estratégia de um bom planejamento no pagamento dos tributos.

Nesse contexto, é fundamental que o plano conte com técnicas de elisão com o intuito de proporcionar a maior economia possível no pagamento de tributos e, ao mesmo tempo, assegure o cumprimento da lei. A finalidade aqui é reduzir o percentual cobrado em cada ação feita.

Vale lembrar que não há uma resposta exata e que vale para todos os casos. Se você tem uma pequena empresa, por exemplo, é provável que o Simples Nacional seja o regime tributário mais vantajoso. Porém, é importante fazer a comparação com outros regimes, e um bom contador poderá ajudá-lo nessa questão.

2. Reduza o pró-labore

Um alto pró-labore também significa alta alíquota do Imposto de Renda. Caso tenha interesse em retirar R$ 10 mil, por exemplo, será necessário pagar 40% de INSS e Imposto de Renda. Uma boa ideia é diminuir o pró-labore e fazer a distribuição da quantia restante em lucro, pois ele não sofre tributação.

3. Realize os pagamentos em dia 

Pode parecer um mero detalhe, mas as empresas que fazem os pagamentos em dia evitam a incidência de multas e juros. Trata-se, portanto, de outra dica importante de elisão fiscal.

4. Evite o fato gerador 

Neste momento, o objetivo é praticar ações que apresentem o mesmo efeito, mas que não sofrem nenhuma tributação. Pode ser, por exemplo, a decisão de pagar os sócios por distribuição de lucros, ao invés do pró-labore. Nessa situação, não há a necessidade de pagar o Imposto de Renda e da contribuição referente ao Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS).

Podemos dizer, portanto, que se trata de uma medida preventiva e que, ao mesmo tempo, evita que as empresas paguem mais tributos do que o necessário. Será possível, então, pagar menos impostos, seguindo as leis vigentes.

5. Analise os incentivos fiscais

Caso a companhia esteja com o regime tributário correto, verifique se há incentivos fiscais ou alguma isenção que se refere à atividade da organização. Neste momento, também vale muito a pena simular diferentes cenários de tributação, com o objetivo de conhecer se há a possibilidade de ter casos de compensação de créditos fiscais ou chances de encaixar em algum incentivo.

A análise de incentivos fiscais é uma das principais formas de elisão fiscal. Isso porque essa prática ajudará a sua empresa a pagar menos tributos, seguindo as leis vigentes. Assim sendo, as finanças ficarão otimizadas, e você poderá destinar mais capital com o objetivo de garantir a expansão do seu negócio.

Qual é a importância do sistema de gestão?

O sistema de gestão é fundamental para as empresas conseguirem administrar as finanças. E, claro, isso inclui o pagamento de tributos, porque os impostos são uma das principais despesas das companhias.

Contando com um bom sistema de gestão, será possível fazer um melhor planejamento tributário e verificar como a sua organização poderá pagar menos impostos de maneira lícita. Além disso, com um software de gestão integrado, torna-se possível fazer o gerenciamento de diversos segmentos do seu negócio e, assim, visualizar os dados mais rapidamente. 

Vale destacar, também, que o sistema do FoccoLOJAS tem grandes diferenciais no mercado. Isso porque atua junto dos clientes como parceiro na gestão, ao oferecer recursos que congregam tecnologia e as melhores práticas de administração do mercado.

A elisão fiscal reúne uma série de práticas que ajudam as empresas a pagarem menos tributos de maneira lícita. É fundamental conhecer todas essas práticas, pois o seu negócio estará mais tranquilo pelo fato de seguir as normas vigentes no país.

Além disso, é importante ressaltar que a elisão fiscal ajudará a sua empresa a ter mais capacidade para fazer investimentos que possam garantir a expansão do empreendimento e, também, melhorar a saúde financeira do negócio.

E então, este conteúdo sobre dicas de elisão fiscal foi útil? Estamos dispostos a ajudá-lo a implementar as práticas de elisão fiscal no seu negócio: entre em contato com a gente!

E-book - Otimize as vendas de uma loja de móveis usando indicadores de performance

Newsletter

Receba as nossas mais recentes postagens de blog no seu e-mail.

Últimos posts