8 dicas de como realizar a gestão de custos da sua loja de móveis

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Ter uma gestão de custos na loja de móveis é fundamental para se desenvolver em um mercado cada vez mais concorrido. Entender como prever, reconhecer e saber administrar os gastos permite a manutenção da saúde financeira do negócio e o aumento da competitividade no ramo de atuação.

Mas você sabe como conquistar assertividade e eficiência na gestão de custos do seu estabelecimento? Faça a leitura deste artigo e veja as dicas que separamos!

1. Faça o levantamento do estoque

Uma falha que pode ocorrer durante a gestão de custos é não entender corretamente o valor do seu estoque. Dessa forma, não é possível identificar o que a loja de móveis tem disponível (quantidade de itens e o que precisa ser reposto), a fim de evitar excesso ou falta de produtos.

Quando esse controle não é feito, podem surgir problemas de fluxos de recursos no negócio, tendo em vista que as mercadorias ficam paradas no estoque por falta de demanda. Ou então, em alguns casos, a venda não é concretizada pelo fato de a loja não ter o item disponível para o cliente.

Assim, tudo o que há no estoque deve ser contabilizado. A depreciação também precisa ser levada em conta na constituição dos preços de venda, bem como os resultados obtidos.

2. Controle o fluxo de caixa

Fazer a projeção do fluxo de caixa e entender os prazos médios de recebimento e pagamento da loja é fundamental para negociar com os fornecedores. Isso permite administrar momentos de crise sem ter que pagar juros e multas, o que contribui para o aumento da margem de lucro.

Nesse caso, para realizar a função de forma adequada, é importante ter um controle efetivo. Assim, quanto mais registro você apresentar, mais segurança terá ao fazer o cálculo de quanto entrou e saiu do caixa, reduzindo a possibilidade de erros e a criação de dados precisos para tomar decisões.

3. Estabeleça a contenção de gastos

Por mais baixos que sejam os custos, quando somados eles passam a valer um montante bem significativo no orçamento do negócio. Então, é necessário estabelecer uma rotina de contenção de gastos que englobe e alinhe todos os colaboradores.

Práticas simples de rotina podem ser diferenciais nesse momento. Por exemplo, utilizar os papéis de maneira racional, dar novas funcionalidades para objetos que seriam jogados fora, entre outros.

Por intermédio da elaboração de uma cultura de conscientização e uso adequado dos itens do estabelecimento, é possível minimizar ou eliminar custos que, em muitos casos, são desnecessários, embora gerados de maneira inconsciente.

4. Compare preços entre fornecedores

Fazer orçamento somente com um fornecedor ou negociar sem realizar uma pesquisa minuciosa de mercado pode gerar sérios prejuízos ao negócio. Afinal, é importante analisar o mercado e identificar outras alternativas que possam oferecer os produtos, mas com melhores condições em relação ao preço, prazo de pagamento e demais fatores.

Contudo, se a loja já possui uma relação de fidelidade com o seu fornecedor, é importante garantir uma negociação benéfica para ambos e compatível com a situação financeira da empresa. Sendo assim, não há dúvidas de que uma gestão de custos eficaz também abrange os parceiros de negócio.

5. Defina metas e monitore com frequência

Garantir um bom controle de todos os gastos envolvidos na loja de móveis exige o mapeamento dos processos internos. Ao entender tudo o que ocorre dentro do negócio, é possível encontrar gargalos e pontos fortes para identificar custos desnecessários.

Ações aplicadas com foco na redução desses gastos ajudam a aprimorar setores que representam maior produtividade e lucratividade em termos financeiros, além de desenvolver áreas que não estão gerando os resultados esperados.

Após esse mapeamento, fica mais fácil definir as metas e objetivos que devem ser alcançados. Asso,. é possível criar um parâmetro para comparar os próximos períodos e estipular as melhores estratégias relacionadas aos custos do negócio.

6. Implemente um processo de gestão orçamentária

Sem a elaboração de uma projeção orçamentária, as possibilidades de a loja fazer uma gestão de custos bem desenvolvida ficam bastante reduzidas. Por esse motivo, implementar esse processo é uma medida importante para a administração das finanças e a geração de várias vantagens.

7. Conte com o auxílio de uma consultoria de lojas

Não é fácil enfrentar um cenário com mudanças constantes e cada vez mais competitivo. Uma prática rápida e segura para direcionar o rumo da empresa, acelerando o alcance das metas, é contar com a ajuda de uma consultoria especializada em lojas de móveis.

Esses profissionais são qualificados, experientes e têm o conhecimento necessário para fazer um diagnóstico preciso. Assim, propõem soluções que vão ajudar no planejamento, fomentar a inovação e corrigir processos que não estão funcionando de forma adequada, inclusive no que tange à gestão de custos do negócio.

Além disso, é possível contar com a tecnologia nesse momento. Uma solução como o FoccoLOJAS contribui para um diagnóstico sólido e eficaz, capaz de tornar a loja mais lucrativa. Entre os seus benefícios, estão:

  • ponto de equilíbrio e margem de contribuição: é possível conhecer os principais indicadores e métricas do negócio para gerenciar melhor a loja;
  • conhecimento de mercado: ajuda a entender os índices e práticas do mercado, fazendo uma comparação da situação atual da loja com as concorrentes;
  • aumento da lucratividade: disponibiliza dados, diretrizes e projeções para realizar melhorias nos processos e criar um planejamento mais sólido.

8. Avalie os resultados e compartilhe com o time

Para que a gestão de custos traga bons resultados para a loja, é fundamental que o time seja informado e realmente faça parte de todo esse processo. Procure envolver todos os colaboradores da empresa para que haja um engajamento em prol da minimização dos custos e despesas.

Avaliar e compartilhar os resultados faz parte de um bom gerenciamento, já que os funcionários precisam entender as causas de diminuir os custos e quais são suas funções nessa ação.

Saber detalhar de que forma os recursos estão sendo gastos é essencial, não somente para um bom controle financeiro, mas para identificar os principais erros da loja. Assim, é possível propor soluções para aprimoramento e manter o negócio com menos desperdício, menos gastos e mais competitividade.

Agora que você entende a importância da gestão de custos e de que forma ela pode ser realizada com eficiência, o ideal é contar com uma boa solução como parceira. Assim, você vai potencializar os resultados dessa estratégia.

Quer conhecer melhor o FoccoLOJAS e saber como ajuda na personalização e otimização das atividades do seu negócio? Entre em contato agora mesmo e faça um diagnóstico da sua loja!

E-book - Saiba como organizar as finanças da sua loja de móveis - Clique para baixar

Newsletter

Receba as nossas mais recentes postagens de blog no seu e-mail.

Últimos posts