Gestão do tempo: 5 dicas para aprimorar essa prática

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Se a equipe de vendas não tiver conhecimentos sobre gestão do tempo e sobre avaliações de desempenho dos vendedores, a otimização das vendas fica escassa, diminuindo as chances de fazer novos contatos, ocasionando redução no fechamento de pedidos. A gestão do tempo na realização de atividades empresarial é fundamental para elevar a produtividade. Com isso, gerir como tudo será planejado, trará mais resultados favoráveis.

Neste post, vamos apresentar dicas sobre como aprimorar a gestão do tempo, explicando de que maneira os softwares e outras ferramentas contribuem nesse sentido. Entenda a importância da boa gestão de suas atividades para o aumento da produção, a elevação do número de vendas e a melhoria no atendimento ao cliente. Para organizar o tempo, é necessário seguir algumas diretrizes.

Aqui você vai descobrir detalhes sobre a organização de tarefas e sobre o uso da tecnologia como aliada. Compreenda por que é relevante realizar o giro de estoque, contar com um planejamento e com uma boa gestão de fornecedores.

Quer de saber mais sobre o assunto? Continue a sua leitura até o final deste artigo!

A importância de uma boa gestão do tempo das atividades

As tarefas precisam estar devidamente organizadas para que a confusão não atrapalhe a gestão do tempo. A organização é essencial para a verificação da possibilidade do remanejo de atividades de um dia para o outro. Uma visão abrangente pode facilitar o planejamento, com a antecipação da tomada de decisões por parte dos vendedores para melhorar o seu próprio desempenho. Veja, a seguir, como a boa gestão pode auxiliar no crescimento da empresa!

Aumento da produtividade

Para aumentar a produtividade, o vendedor não pode trabalhar de forma automática, seguindo sempre as mesmas rotinas. A gestão de tempo vai avaliar as atividades mais importantes e que merecem mais atenção, deixando de lado aquelas que podem ser feitas em outro momento. É preciso ter foco e direcionar os esforços para atender os desejos dos clientes, organizando as informações obtidas para se diferenciar da concorrência.

A imagem de uma organização depende do profissionalismo dos vendedores e, por isso, a sua dedicação nas vendas pode se tornar um diferencial. No final de cada dia deve ser avaliada a produtividade e, caso os resultados sejam positivos, vale a pena comemorar para se manter motivado. A conquista de objetivos por meio de esforços, quando reconhecida, promove a satisfação do profissional de vendas.

Aumento das vendas

Se um cliente se atrasa ou desmarca uma reunião, a gestão do tempo vai ajudar a evitar a ociosidade. Os vendedores passam a maior parte de seu tempo em contato com os clientes, realizando atendimentos e tentando entender as suas dores de modo a suprir de alguma forma as necessidades. Assim, aproveite o tempo disponível para pensar em estratégias para o aumento das vendas, responder as dúvidas de outros clientes e fazer novos contatos.

Melhoria no atendimento

Com a organização das tarefas, sobra tempo para estar na presença do cliente e melhorar os resultados. Na hora de gerenciar os horários, coloque como seu objetivo principal ter tempo à disposição para o atendimento dos clientes. A proximidade melhora os relacionamentos, elevando as vendas e propiciando a fidelização.

As principais dicas para melhorar a gestão do tempo

O aperfeiçoamento da gestão do tempo exige o monitoramento das horas utilizadas na realização de cada tarefa durante certo período. Observe o tempo gasto com vendas ou com o atendimento ao cliente, bem como os horários de deslocamentos e de espera. Você pode ter um controle registrado em planilha ou utilizar um sistema de gestão para monitorar o tempo investido em ligações e outras tarefas. Confira, abaixo, dicas para melhorar a gestão de tempo!

1. Ter organização em suas atividades

Elabore uma lista das tarefas com os prazos correspondentes, separando-as por categorias e incluindo as ações a serem realizadas para o seu cumprimento. Você pode separar as atividades por área da empresa ou por projeto, destacando aquelas que são prioridade.

As mais importantes devem constar no topo da lista, classificadas como tarefas urgentes, seguidas pelas de alta, média e baixa prioridade. Depois de fazer a classificação, organize-as em sua agenda, calculando o tempo disponível para cada trabalho durante os próximos dias. A organização pode ser diária, semanal e mensal. Antes de iniciar os trabalhos diários, confira a agenda para averiguar as tarefas que ainda estão pendentes. 

2. Realizar o giro de estoque

O índice que mostra ao varejista o volume de produtos estocados para vendas é conhecido como giro de estoque. Ele permite o cálculo do tempo de duração do estoque para o atendimento das vendas sem que haja a falta de mercadorias, servindo de base para calcular a necessidade de reposição.

Desse modo, os prazos são alinhados com os fornecedores e são criadas estratégias para minimizar a perda de vendas por itens indisponíveis no estoque. Por meio do giro de estoque, percebem-se quais produtos são mais vendidos, quais precisam ser comprados frequentemente, bem como aqueles que estão obsoletos e devem ser destinados às promoções.

3. Contar com um bom planejamento

O planejamento das vendas é feito com base nas previsões e nos levantamentos realizados pelos varejistas que observam o histórico de operações passadas. Com ele, são apresentados cálculos precisos sobre as quantidades de cada produto, o que deve ser comprado, o nível de estoque e o tempo para a reposição dos itens.

Além disso, com a previsão de vendas, o gestor não vai comprar mais do que necessita, mantendo espaços disponíveis e reduzindo os custos. Essa previsão depende dos históricos mensais e anuais, com a observação das datas festivas como o Natal, a Páscoa, o Dia das Mães, entre outros. As estações do ano também influenciam na previsão das vendas, que devem ser estimadas de acordo com o cenário econômico de cada época.

4. Contar com uma boa gestão de fornecedores

Os fornecedores são os responsáveis por entregar os produtos dentro dos prazos, oferecer condições de pagamento, apresentar preço adequado ao mercado, oferecer produtos de qualidade, e muito mais. Os varejistas usam critérios para avaliar esses parceiros e para descobrir se os seus produtos são adequados aos clientes. Uma boa gestão dos fornecedores pode determinar o sucesso dos negócios.

5. Utilizar a tecnologia como aliada

Os softwares e outras ferramentas tecnológicas contribuem para uma ótima gestão do tempo. Os sistemas mais atualizados para o varejo abrangem a gestão da empresa, incluindo as áreas das finanças, vendas, estoque e contabilidade. As tecnologias voltadas para o varejo ajudam os gestores no acompanhamento de rotinas, na organização das tarefas e na tomada de decisões mais assertivas.

Enfim, essas são as principais dicas para aprimorar a gestão do tempo em sua loja! Coloque-as em prática observando os conceitos da administração e criando planos para aumentar o volume das vendas. Além disso, aposte em recursos tecnológicos como o FoccoLOJAS, que é uma solução completa para a gestão integrada de lojas. Esse software organiza tudo, permitindo o controle absoluto desde a chegada dos clientes até a montagem de projetos!

Deseja saber mais sobre esse sistema de gestão de tempo que pode ser utilizado pelo acesso à Internet? Entre em contato com o FoccoLOJAS agora mesmo!

Newsletter

Receba as nossas mais recentes postagens de blog no seu e-mail.

Últimos posts